Bom, sendo simplista e objetivo, esquecemos por que de fato precisamos esquecer, faz parte da fisiologia natural do nosso cérebro guardar apenas o que é necessário e, sendo assim, nosso cérebro através de diversas variáveis “categoriza” de certa forma algumas memórias como sendo necessárias para eventos futuros e assim as transforma em memória de longo prazo. Todo o resto o nosso cérebro tenta transformar em hábito para economizar energia e, ao mesmo tempo, seleciona as informações que realmente seriam necessárias à sobrevivência, por exemplo, por que seu cérebro guardaria a alteração genética Y se isso não for útil? Seria energia desperdiçada né mesmo? Então essa informação é jogada no inconsciente/subconsciente. Precisamos então driblar o nosso cérebro fazendo com que certas memórias sejam entendidas como necessárias para o futuro e assim as transformemos em memória de longo prazo.

Existem vários trabalhos que citam a famosa “Curva do Esquecimento” ela indica que em 02 dias, por exemplo, você só lembre de 28% do conteúdo que estudou. Embora este estudo original tenha sido desenvolvido já a muito tempo, diversos pesquisadores replicaram e obtiveram a mesma conclusão, o que atesta ainda a sua importância como fonte de informação. Se em 02 dias você só lembra de 28% de tudo que estudou com seriedade imagine em semanas, meses ou anos.

Para uma melhor avaliação da aprendizagem e diminuirmos essa Curva de Esquecimento podemos lançar mão de diversas estratégias, entre elas, Mapas Mentais, Revisão Espaçada, Estratégias envolvendo Aprendizagem Significativa etc; Muitas técnicas podem auxiliar no processo de aprendizagem, abordaremos estas técnicas e demais tipos de aprendizagem em outros artigos.

A dificuldade de aprendizagem atinge cerca de 70% da populaçãomesmo assim negligenciamos o seu impacto. A aprendizagem de fato uma das coisas mais importantes para o nosso desenvolvimento pessoal e profissional, mas é incrível como passamos uma vida inteira sem refletir verdadeiramente sobre como podemos aprender de melhor forma. O desenvolvimento dessa competência deve ser primordial em nossa rotina diária, pois, com ela poderemos alcançar os nossos maiores sonhos.

Nesse vídeo abaixo, eu te explico um pouco mais sobre o por que esquecemos quase tudo que estudamos.

 

Este artigo ajudou você de alguma forma? Comente abaixo o que achou do nosso artigo. Grande abraço e até o próximo artigo.

 

Autor: MSc. Cleiton Mendes Lopes. Mestre em Neurociências e Biologia Celular. Especialista em Neurologia Clínica (Lato Sensu) pelo Hospital Albert Einstein SP. Membro da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC).